São José dos Campos Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
28 de junho de 2015 11:04

Reação do mercado de trabalho mostra comportamento tímido em maio

Por Papo Empresarial

sergio nigro banner sombra

cai economia

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) avaliou como “tímido” o comportamento do mercado de trabalho, em maio, período em que, normalmente, há uma recuperação mais expressiva das contratações de pessoal em relação aos primeiros meses do ano.

Resultado da pesquisa feita em conjunto com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), que mostra crescimento de 0,5% no nível de ocupação no conjunto de sete regiões metropolitanas.

Com 91 mil postos criados e 74 mil pessoas a mais no mercado em busca de emprego, houve uma redução de 19 mil pessoas no total de desempregados, estimado em 2,5 milhões de pessoas.

O destaque foi a região metropolitana de Fortaleza que ampliou a oferta de vagas.

A segunda maior foi constatada no Recife, seguida do Distrito Federal.

Nas demais, a reação foi mais fraca sendo:

São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador.

O crescimento do mercado em Fortaleza está atrelado a um bom desempenho das atividades na indústria, que dá sinais de recuperação, e também é conseqüência do aquecimento na área da construção civil.

No conjunto das sete regiões, o crescimento do emprego foi maior na construção com 13 mil postos a mais do que em abril.

O segmento de serviços aparece em seguida com 80 mil vagas.

No comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas foram criadas mais 16 mil vagas, e na indústria de transformação, onde houve saldo positivo de 8 mil .

O levantamento mostra ainda que na grande maioria das regiões, o rendimento dos empregados caiu em abril.

Na média, o valor ficou com R$ 1.588.

Fundação Seade informou que, em São Paulo,  o rendimento médio teve uma queda de 6%, em um período de seis meses de novembro do ano passado a abril deste ano, mês em que atingiu R$ 1.707.

Ainda “existem incertezas”, sobre os rumos da economia tanto em nível interno quanto externo.

No entanto, analistas do mercado financeiro projetam uma evolução favorável das atividades no Brasil.

Resumindo, o contingente de desempregados no conjunto das sete regiões foi estimado em 2, 5 milhões de pessoas.

sérgio_nigro

Papo EmpresarialSergio Nigro Sergio Nigro é paulistano, empresário, 
engenheiro mecanico naval, administrador de empresas e jornalista.

Contato: colunistasergio@hotmail.com

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*