São José dos Campos Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
24 de junho de 2014 09:33

Comemorações exageradas em condomínios têm dado mais trabalho à polícia

Cidadania, com José Carlos Cataldi

Por Cidadania

CATALDI PENSANDO VC

Terça-feira, 24 de junho.

  • Faltam 190 dias para o fim do ano. 89 para a chegada da primavera.
  • É Dia Mundial dos Discos Voadores e do Caboclo.
  • Dia de São João.
  • Data da emancipação de Atibaia (1665) de Joanópolis (1878) e da Libertação da Venezuela por Simon Bolívar (1821).
  • Morte de Carlos Gardel (1935).
  • Fundação do PSDB, tendo Mário Covas por primeiro presidente (1988).
  • Morte do Cantor Ivon Curi (1995) e do Jornalista e saudoso Amigo José Antonio de Oliveira, fundador do Jornal da Cidade de Pindamonhangaba e Taubaté (2011).

COMEMORAÇÕES EXAGERADAS EM CONDOMÍNIOS TÊM DADO MAIS TRABALHO À POLÍCIA.

Com a copa do mundo acontecendo até 13 de julho, imagina-se que o problema gerado pelas comemorações possa ser maior, principalmente se o Brasil ganhar do Chile no próximo sábado e chegar as quartas de final…
A medida em que o conjunto brasileiro engrena, a euforia nas comemorações nos condomínios aumenta. Natural que seja assim. O futebol é paixão nacional. Mas isso não justifica que exageros alterem as regras de boa convivência.
Em 1º lugar, todos devem estar atentos à segurança do prédio. Principalmente os que convidam torcedores de fora. Devem lembrar que quem convida é responsável perante o condomínio. Devem respeitar o controle dos funcionários do prédio,  identificando cada um para autorizar a entrada dos visitantes.
Importante também lembrar que soltar fogos de artifícios e rojões é extremamente perigoso! Além do risco de queimar alguém, é possível que eles deem início a um incêndio, trazendo insegurança a todos.
Não podem ignorar pessoas que não gostem de futebol, sejam idosas, doentes  ou que estejam com bebês em casa, precisando ter o silêncio respeitado. Nesses casos, deve haver bom senso de ambos os lados. Devem seguir o que pede o regulamento interno e procurar o síndico para intermediar conflitos, antes de chamar a polícia.
Nos termos do Código Civil, o condômino ou possuidor, que não cumpre reiteradamente com os seus deveres perante o condomínio poderá, por deliberação de três quartos dos condôminos restantes, ser constrangido a pagar multa correspondente até ao quíntuplo do valor atribuído à contribuição para as despesas condominiais, conforme a gravidade das faltas e a reiteração, independentemente das perdas e danos que se apurem.
Comemorem com moderação.
Falei e disse!

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*