São José dos Campos Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
15 de agosto de 2014 00:25

Aviação executiva estima vendas de US$ 9,4 bilhões

Papo Empresarial com Sergio Nigro

Por Papo Empresarial

banner-LABACE-2014-portaldoaviador

A Embraer pretende aproveitar a 11ª edição da Labace (Latin American Business Aviation Conference and Exhibition), maior evento da aviação executiva do país que aconteceu no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para alavancar a venda de seus jatos executivos em meio à crise global da economia.

Para ampliar sua participação no mercado, a Embraer colocou na ‘vitrine’ cinco aeronaves, o Phenom 100E, Phenom 300, Legacy 500, Legacy 650 e Lineage 1000E.

Segundo dados apresentados em coletiva de imprensa pelo presidente de Aviação Executiva da companhia, Marco Túlio Pellegrini, nos próximos 10 anos a demanda no Brasil é de até 600 novos jatos executivos, em negócios estimados em quase U$ 10 bilhões.

Dos 825 jatos executivos em operação no país hoje, 170 foram vendidos pela Embraer (20% do mercado).

Se a Embraer mantiver o mesmo desempenho nos próximos 10 anos, poderá vender 126 jatos e lucrar quase U$ 2 bilhões no mercado mundial de jatos executivos, que tem potencial de vendas de 9.235 unidades nos próximos dez anos, movimentando US$ 265 bilhões.

Para ampliar a sua participação nos mercados nacional e mundial, a Embraer aposta no Legacy 500 e no Lineage, considerada o grande diferencial da companhia na aviação executiva.

Para expandir as vendas de jatos executivos, a Embraer tem trabalhado em produtos vencedores, como o Legacy e o Lineage, que vai mudar a história da aviação executiva.

O Lineage, que se costuma dizer que é uma residência que voa, tem maior comodidade e melhor performance do que os seus concorrentes, poderá ser observado durante a feira da Labace.

Outro diferencial da Embraer é o sistema de suporte aos clientes e manutenção das aeronaves e para isto, conta com o Contact Center em sua sede em São José, cujas novas instalações foram inauguradas neste mês para atendimento 24 horas por dia de suporte operacional, técnico e de manutenção à frota global dos 784 jatos executivos vendidos pela Embraer desde 2002.

A empresa também anunciou na coletiva em São Paulo a expansão de sua rede de suporte e serviços para o Nordeste com a implantação da AeroMecânica, que funcionará no aeródromo Coroa do Avião, em Igarassu, Região Metropolitana do Recife (PE).

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*