São José dos Campos Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
23 de julho de 2016 10:09

Última fabricante de videocassetes encerra produção

papo empresarial com sergio nigro

Por Papo Empresarial

sergio nigro banner sombra

 

A companhia japonesa Funai Electric, a última que ainda fabricava videocassetes, anunciou o fim definitivo da produção deste aparelho que durante décadas esteve em milhões de lares de todo o mundo. O fabricante japonês de aparelhos eletrônicos decidiu encerrar a produção de videocassetes, deixando assim de ser a única empresa do mundo que ainda fabricava esses aparelhos. A Funai Electronics fabrica videocassetes desde 1983, tanto com sua própria marca como também com o logotipo de outras empresas, como Sharp, Toshiba, Denon ou Sanyo.

A Funai era a única que continuava a fabricar gravadores e reprodutores para um formato audiovisual considerado obsoleto, o VHS, depois de a Panasonic ter encerrado sua produção, há quatro anos. videoSegundo a Funai, um fornecedor não irá mais fabricar um componente fundamental do videocassete, o que obriga a empresa a encerrar a produção, apesar de ainda haver demanda. A maioria dos videocassetes da Funai é vendida nos Estados Unidos, muitos deles com a marca Sanyo, possivelmente para pessoas que têm grandes coleções em VHS. A empresa, com sede em Osaka, no oeste do Japão, chegou a vender cerca de 15 milhões de videocassetes por ano durante a época de maior popularidade do produto, entre meados dos anos 1980 e 1990, mas em 2015 vendeu apenas 750 mil.

A empresa recebeu uma série de telefonemas de proprietários japoneses de fitas de vídeo que ainda não copiaram suas gravações de casamento ou outras ocasiões especiais para outros formatos, acrescentou o porta-voz. Atualmente, as unidades são produzidas na China.k7

Os videocassetes se tornaram muito populares nas décadas de 1970 e 1980, mas foram substituídos progressivamente pelos DVDs e serviços de streaming. Após a decisão da Panasonic há alguns anos de deixar de fabricar estes aparelhos VHS, a Funai era a última empresa que os produzia. A Sony havia abandonado, por sua vez, em 2002 a produção de gravadores Betamax e no ano passado anunciou que deixaria de fabricar as fitas deste sistema, rival do VHS, desenvolvido por outro fabricante de eletrônica japonês que acabou formando parte da JVC anos depois.

No entanto, o VHS também acabou perdendo a batalha, à medida que as fitas de vídeo foram substituídas por outros formatos digitais, como o DVD que, por fim, também está perdendo espaço para a tecnologia de transmissão em streaming.

sergio-nigro-patroc-tempero

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*