São José dos Campos Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
05 de agosto de 2014 05:58

Turismo: Dicas para dirigir nos Estados Unidos

Por Redação Silvia Helena

NY1

O meio de transporte dos Estados Unidos é o carro. As vias, estradas e cidades são todas pensadas para esse grande símbolo de consumo a quatro rodas. E isso quer dizer que, com exceção de algumas metrópoles, como Nova York, São Francisco e Washington, você não vai poder contar com transporte público para se locomover dentro das cidades e entre elas. E isso vale para duas das mais queridinhas dos brasileiros, Miami e Orlando. Como os ônibus intermunicipais também não são muito utilizados por lá, as road trips são uma das formas favoritas de viagem dos norte-americanos e turistas.

Por esses motivos, alugar um carro é quase obrigatório, dependendo de onde você vai e de como vai organizar seu roteiro no país. Quer dizer: até dá para se virar sem um, mas você corre o risco de ter sua mobilidade, praticidade e liberdade comprometidas, em especial se você pretende passar por cidades pequenas e médias.

NY2
Mesmo que você já seja um motorista experiente, nunca é tão simples chegar em um novo país, dar partida no carro e sair dirigindo. Por mais que muitas leis de trânsito sejam parecidas com as nossas, existem alguns detalhes com os quais a gente precisa ficar atento para não sair cometendo barbeiragens, atrapalhar o trânsito do país dos outros e levar uma multa desagradável no final.

Mas não fique assustado – não é nada do outro mundo e nem algo que você não consiga assimilar facilmente. Dirigir nos Estados Unidos é bem mais fácil do que dirigir no Brasil.

NY3

A primeira coisa que você tem que saber é que não é necessário tirar uma PID (Permissão Internacional para Dirigir) para alugar um carro nos Estados Unidos. A CNH vale como habilitação para turistas que vão ficar um curto período no país.

LEIS DE TRÂNSITO NOS ESTADOS UNIDOS
1.
A maior diferença entre as leis americanas e brasileiras é que a conversão à direita é livre. Isso quer dizer que, mesmo que o sinal esteja fechado para o cruzamento em que você está, você pode “avançar” se for virar à direita. Isso é quase sempre permitido, a menos que tenha uma placa dizendo “No turn on red”. No início é um pouco estranho, porque parece que a gente está furando o sinal. Mas se você estiver parado na faixa da direita e começarem a buzinar, saiba que estão dizendo “anda logo, meu filho!”.

ATENÇÃO: Essa lei é válida na Flórida e em grande parte dos estados americanos, mas convém procurar a legislação específica do Estado que você vai visitar para ter certeza que é válida lá também. Na cidade de Nova York, por exemplo, ela não vale.

2.
Não fique mudando de faixa o tempo inteiro. Cada faixa nos Estados Unidos serve para uma coisa. Observe as placas de trânsito com atenção e permaneça na faixa indicada para aquilo que você quer fazer. Se você quer entrar à direita, fique na faixa a direita até fazer a conversão. Se quer entrar à esquerda, permaneça por lá. Se você vai entrar na Ocean Road, por exemplo, as placas vão te avisar com muita antecedência em qual faixa você deve estar. Permaneça nela. Caso contrário, provavelmente vai enfrentar muitos quilômetros até o próximo retorno. E, além de dirigir em zigue-zague ser muito mal visto por lá, pode até render multas (ou uma conversa com a polícia) dependendo da gravidade da situação.

NY4

3.
A preferência nos cruzamentos é de quem chegou primeiro.  Respeite essa ordem.

ny5

4.
Sempre que você ver um ônibus escolar, aqueles amarelinhos, fique atento. Se ele estiver parado com uma placa “Stop” levantada na lateral, você tem que, obrigatoriamente, parar atrás dele. Em geral eles levantam essa placa porque alguma criança está descendo do ônibus e aguardam até que ela esteja em segurança na calçada.

5.
Por falar nisso, qualquer placa de Pare é pra parar, estamos entendidos?

ny6

6.
Não dirija depois de beber.  Não dirija bêbado nem nos Estados Unidos, nem no Brasil. Se você for pego pode dormir uma noite na cadeia.

7.
Em alguns casos, as vagas de rua são pagas. Parquímetros. Na maioria com moedas porem alguns aceitam notas e cartão de crédito. Se você passar do tempo permitido, vai pagar multa.  “No Parking” indica hidrante por perto ou reservado para urgencias.

NY7 8.
Parece coisa de filme, mas os guardas lá realmente surgem do nada e começam a piscar para você. Imagina o medo ao ver as luzinhas e a sirene? Eles não precisam justificar os motivos pelos quais estão te parando. Apenas encoste o carro e permaneça sentado, com as mãos no volante e aguarde o que o policial vai dizer. Só saia do veículo se ele pedir e tenha por perto sua CNH, passaporte e documentos do carro.

9.
As rodovias costumam ter muitos e muitos pedágios. Muitos deles não são operados por pessoas, por isso é uma boa ideia ter sempre algumas moedas com você. Em alguns casos é possível comprar uns passes que permitem que você passe nos pedágios sem parar. Na Florida, por exemplo, tem o SunPass. Pergunte na sua locadora de veículos.

NY8

10.
Apesar de não ser obrigatório, você pode considerar tirar a PID. Isso porque a permissão para usar somente a CNH nos Estados Unidos pode cair de repente (já aconteceu) e você pode se ver impedido de dirigir a poucos dias da sua viagem. Além disso, ela é uma garantia de que o policial vai entender tudo o que está escrito no documento e não vai implicar com você porque sua CNH está em português.

11.
É muito útil alugar um GPS junto com o carro e lembre-se que o sistema é de milhas e não km.

12.
Se você por acaso levar um multa, não se preocupe. Na maior parte dos casos a locadora de veículos vai debitar o valor direto no seu cartão de crédito, sem complicação ou burocracia.

fonte: 360meridianos.com

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*